top of page

Reabsorção Cervical Externa - Dentes 21 e 22

Paciente assintomática, com diagnóstico ao acaso de reabsorção cervical invasiva (RCI) TIPO IV, nos dentes 21 e 22. Paciente jovem, feminino, sorriso alto.


Clinicamente, periodonto e estética dentro dos padrões de normalidade. Ausência de bolsa periodontal. Paciente havia realizado tratamentos ortodônticos.


Optamos por manter os elementos dentais com a utilização de materiais biocerâmicos, objetivando alcalinizar a estrutura dentinária remanescente. Estes biomateriais de nova geração além de alcançar ph 13 (bastante alcalino), tem a capacidade de biominerilização através da formação de calcita e apatita, criando “tags” intratubulares permitindo embricamento micro-mecânico e adesão química.


Por toda esta bioatividade, estudos motraram (JOE, 2018) que a resistência dentária é semelhante a dentes íntegros.


Desta forma, este tratamento foi realizado com material biocerâmico Biodentine (SEPTODONT) como preenchimento do terço médio e cervical de raiz e cimento biocerâmico BIO-C Sealer (ANGELUS) em terço apical com guta-percha (VDW).



80 visualizações

Comments


bottom of page